Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marcos Resende Filosoflechas

Marcos Resende Filosoflechas

Marcos Resende Filosoflechas 01

Filosoflechas 04.jpg Filosoflechas 02 ◦ Índice Geral

001.
CARTESIANA

Tenso, logo existo.

002.

CONTRADIÇÃO
A humanidade é contraditória: as mesmas pessoas que detestam ratos adoram o Mickey.

003
COCORICÓ

Gente que acorda às 4h00 da manhã acha que quem acorda às 5h00 é um tremendo vagabundo. Todo madrugador é meio fascista. O madrugador das 02h00 sente profundo desprezo pelo madrugador das 03h00.

004.
SONHOS
O sonho de todo maconheiro é ir de trem a Macchu Picchu. O sonho de toda bicha é ser Dercy Gonçalves.

005.
NHAC NHAC 1
Entre os muitos atestados de imbecilidade que o ser humano não pára de se outorgar, o mais irritante é mascar chiclete com a boca aberta.

006.
NHAC NHAC 2
Mastigar seja lá o que for, principalmente chicletes é algo que deveria ser feito entre quatro paredes — e sem testemunhas. Hollywood exacerbou a canalhice dos vilões de todas as épocas, fazendo-os mastigar cebola crua ou maçã. Os canalhas hollywoodianos sempre mascaram chicletes. Muitos deles de boca aberta.

007.
PRECONCEITO

Não deveríamos ter tanto preconceito contra o preconceito (e não estou me referindo a preconceito de cor); quantas vezes o preconceito não terá salvo alguém de ser... assaltado, por exemplo?

008.
BABAQUICE
Todo mundo tem o direito a ser babaca de vez em quando, mas muita gente acha que é obri-gação.

009.
PROMISCUIDADE

É um perigo misturar gente inteligente com gente burra. Burro ouve errado, deturpa o que ouve e depois ainda sai por aí contando para os outros; pode sair até tiro.

010.
BOA VONTADE

Uma pessoa pode demonstrar boa vontade até xingando: ao invés de dizer que "fulano  é semianalfabeto", pode benevolentemente, dizer: "é semialfabetizado".

011.
FILA

Sempre que inventam alguma coisa com o propósito de agradar o povão, é pra enfiar todo mundo numa fila. Repare.

012.
CHATO 1

Chatos do mundo, desuni-vos!

013.
CHATO 2

Chato tem uma grande desvantagem, não falta.

014.
CHATO 3

Aquele boteco tem a maior densidade de chatos, por milímetro cúbico, do país.

015.
CHATO 4

O homem tem que ter um mínimo de chatice, nem que seja para saber se defender dos chatos da melhor maneira que existe: chateando eles também. A pessoa absolutamente incapaz de ser pelo menos um pouco chata, é insuportável.

016.
INDEFINIÇÃO 1

É um cara tão devagar que faz aeróbica com cantiga de ninar.

017.
INDEFINIÇÃO 2
"Remplis de soi même", que no caso dele significa: "Cheio de nada".

018.
INDEFINIÇÃO 3
É daquele tipo de cantora que arregala o olho quando canta.

019.
INDEFINIÇÃO 4
É um lugar que tem 20 mulheres para cada homem: todas elas feias, gordas e branconas.

020.
INDEFINIÇÃO 5
É do tipo de pessoa que, se for assassinada, vai dar muito trabalho à polícia: dias e dias investigando suspeitos que tinham todos os motivos para matar a vítima.

021.
EPITÁFIO
Viveu pobre, morreu rico; que idiota, o Frederico.

022.
FARMACOPÉIA

A emoção de Scott é total quando encontra o fígado do bacalhau.

023.
MARCHA A RÉ

Indústria automotiva cai de produção. Motivo: desmotivação.

024.
OPOSIÇÃO

Tirando o glorioso sucesso do Plano Real, em tudo o mais que sobrou, o Brasil vai muito al.

025.
REJEIÇÃO

Todas as mulheres do mundo estão ávidas para exercer sua libido. Mas, não comigo.

026.
OPÇÃO

Estou sozinho, com o coração frio, carente. Preciso de um abraço ou uma cachaça, urgente.

027.
ABERRAÇÃO
Que coisa mais anormal encontrar alguém normal.

028.
IMPROVÉRBIO 1

Quem não deve, não paga.

029.
IMPROVÉRBIO 2

Quem quer, faz; quem não quer, diz que não tem tempo.

030.
IMPROVÉRBIO 3

Quem é morto sempre aparece.

031.
IMPROVÉRBIO 4

Para bom entendedor meia palavra bas.

032.
IMPROVÉRBIO 5

Cada um tem o que dá.

033.
SUCESSO 1

Sucesso fácil e constante faz do tolo um arrogante.

034.
SUCESSO 2

Nunca deixe que o sucesso lhe suba a cabeça; menos ainda se for pouco.

035.
SUCESSO 3

Um colecionador de fracassos pode se tornar um sábio; um de sucessos, quem sabe?

036.
SUCESSO 4
O sucesso é tão efêmero que, muitas vezes passa, e a gente nem vê. A Anik Malvil.

037.
LEI DA FÍSICA

Dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar no espaço, ainda que seja um dentro do outro.

038.
CHEFÔMETRO

É muito fácil ficar sabendo o que o chefe diz a seu respeito pelas costas: reflete-se diretamente no modo como você é tratado por seus companheiros de trabalho.

039.
RESIDENTE

Ficar muito tempo no local de trabalho não significa que você seja um profissional dedicado, esforçado ou competente. Significa exatamente que você fica muito tempo no local de trabalho.

040.
DESCULPE A NOSSA FOLHA

Alguns jornalistas se julgam donos da verdade; prova disto é que eles a distorcem a seu bel prazer.

041.
PROMISSÓRIA

Nunca prometa nada a um judeu, a menos que você esteja disposto a cumprir; caso contrário, ele não lhe dará sossego enquanto não obtiver o prometido. No começo, eles não eram assim, até que em certa ocasião, "Alguém" lhes prometeu determinada Terra, e não deu... Caíram no logro só aquela vez.

042.
CURRUPACO

Alguém que comete a leviandade de afirmar que o surrealismo não tem legítimas e profundas raízes populares, certamente nunca ouviu uma piada de papagaio.

043.
PALPITE INFELIZ

Não caia nunca na besteira de sair perguntando por aí o que acharam de determinada pintura, de um poema, uma peça de teatro, um programa de TV; não importa qual seja a obra. Principalmente, se o autor for você. Porque... o mais provável é que até aquele momento não tenham achado nada, mas, imediatamente começam a achar. E acham coisas irritantes, improcedentes, absurdas. Não pergunte!

044.
TÁ NA CARA
Rosto não foi feito para dar acabamento ao pescoço. Rosto é um livro aberto para quem sabe ler. No rosto está escrita a história da pessoa e V. pode saber com alguma clareza, se ela é honesta, decente, inteligente, do Bem, digna de confiança. Ou, não. Faça um exercício, experimente.


045.
NEUROSE
No mundo em que vivemos, quem não tem um quê de neurótico ou é um monstro de insensibilidade ou um poço de burrice.


046.
EFEITO CONTRÁRIO

Cuidado com a frase de efeito. Para toda frase de efeito existe sempre outra frase de efeito, dizendo exatamente o contrário.

047.
SAUNA MASCULINA

Se alguém tem ainda alguma dúvida a respeito — ou quer fortalecer sua convicção do quanto o bicho homem é imbecil, é só ficar ouvindo a conversa que rola numa sauna.

048.
DEPARTAMENTO DAS DIFICULDADES

É impressionante a quantidade de obstáculos, empecilhos, argumentos desanimadores que as pessoas são capazes de inventar para NÃO FAZER. O Departamento das Dificuldades funciona como um relógio suíço; o Setor das Soluções, como o Sistema Judiciário Brasileiro. Raríssimos os que apresentam razões e disposição para viabilizar, construir, fazer, realizar, aperfeiçoar.

049.
QUEM DIRIA?!

Gente importante e famosa tem suas desvantagens. Por exemplo, os homens famosos quando morrem tornam-se imortais na memória do povo, mas mudam de... sexo.
— Onde você mora?

— Na Duque de Caxias.
— Na Castelo Branco.
— Na Juscelino Kubitschek.
— Na Marquês do Sapucaí.


050.
OPÇÃO

Não sou uma pessoa só: sou uma pessoa antes-só...

051.
EQUIBILIBRISTA

Eu fico realmente encafifado quando alguém me diz que conseguiu "atingir o equilíbrio". Equilíbrio? O que é isso?

052.
AGRADECIMENTOS DE UM CONVALESCENTE
Venho por meio desta agradecer a todos aqueles que se esforçaram e deram o melhor de si para que eu ficasse bom da insidiosa doença que me acompanhou durante anos: o Mal de Confiar nas Pessoas. De volta “à vida” e ao trabalho, cuidarei de me manter a salvo de uma recaída. A todos, principalmente àqueles que já estiveram no rol dos meus amigos mais queridos e me decepcionaram impiedosamente, minha eterna gratidão pelo muito que com vocês aprendi.


053.
É PROIBIDO FUMAR
O alto-falante da Rodoviária avisa aos senhores passageiros que "é proibido fumar cigarro, cigarrilha, charuto, cachimbo, cigarro de palha ou qualquer outro objeto fumígeno, derivado ou não do tabaco". Aí, o incauto viajor (eu, por exemplo), entra no ônibus absolutamente desarmado de artefatos tabagistas, e se vê de imediato, refém de mulheres que exalam perfumes bregas adocicados; acossado por jovens que mastigam abomináveis salgadinhos de odor obsceno — croc, croc —, e o que é pior: rodeado de tagarelas apaixonados por assuntos imbecis. Você não acha que é uma verdadeira tortura ter que aguentar tudo isso — e ainda por cima... sem fumar?


054.
RODÍZIO DE PANACAS

Alguém consegue me dizer por que é que certas pessoas quando vão a um restaurante rodízio (isso só acontece em rodízio), no exato momento em que se sentam às mesas, esfregam as mãos, uma na outra, dando a entender que vivem um instante de satisfação infinita?! Outra situação que me intriga: por que é que certos pais — ainda nesse mesmo rodízio — a certa altura da refeição (e depois de meia dúzia de chopes), resolvem ficar jogando as crianças pequenas para o alto, pegando-as em seguida, até que alguém sensato, como a mãe ou os avós resolvam interromper a babaquice?

055
FRACASSÓLOGO

Ele sabe de antemão todos os argumentos para explicar por que é que não vai dar certo aquilo que nem começou a ser planejado ainda.

056.
ATOR... MENTADOR

Descreio que a melhor solução seja mutilar (seja reduzir) o conteúdo de um texto de dramaturgia, quando o ator é caqueiro contumaz, despreparado, ou over incorrigível (indirigível e indigerível...). A vítima inicial é o texto; a vítima seguinte o produto; a vítima capital: o espectador.


057.
BILU-BILU

Eu fico imaginando que nada deve irritar mais a um bebê do que essas mulheres malditas que fazem aquelas vozinhas detestáveis, sempre que encontram um. O curioso é que o mesmo timbre chatinho que usam para emitir sons que supõem ser infantis, serve para elas se comunicarem com gatos, cachorros e afins. Geralmente, são mulheres horrendas, com mau hálito, perdigotos, verrugas — e não dizem rigorosamente nada que possa vir a interessar a um bebê, a um gato ou a quem quer que seja.

058.
CÁLCULO DESINTEGRAL

Sou 1, produzo como se fosse 2, assumo responsabilidades como se fosse 3, e ganho como se fosse 1/2.

059.
FRACASSÓLOGO

Onde fui amarrar o meu Ego?

060.
TELEVISÃO 1

O invento pioneiro do alemão Paul Nipkow, em 1884, o Disco de Nipkow, influiu decisivamente na criação do iconoscópio pelo russo Wladimir Zworykin, em 1923 — e logo depois o tubo dissector de imagens, construído pelo norte-ame-ricano Philo Farnsworth. De lá até o plasma e TV digital foram saltos e mais saltos evolutivos. Desde que surgiu na Terra — Era das Cavernas até este exato momento —, o Homo Sapiens levou milhões e milhões de anos para conquistar a chamada Era da TV. Mas, o que vem a ser esse avanço? Consiste em você ligar a "maravilha" e trazer para o aconchego de seu lar toda sorte de ególatras, mentecaptos, cretinos, imbecis, homens e mulheres absolutamente desprovidos de graça, talento, conteúdo — confinados ou não — mas, sempre abençoados por pastores, e patrocinados por cogumelos, óleos, algas e barbatanas “medicinais”.


061.
TELEVISÃO 2

Televisão no Brasil só vai sair do poço de mediocridade em que está metida quando quem manda nela resolver dar um basta na subserviência ao Ibope e entender que televisão se faz com ideias, talento, inteligência, criatividade, e não com algarismos que ficam pulando numa grade, de minuto a minuto.

062.
TELEVISÃO 3

Na busca obsessiva pelos pontos do People Meter, vende-se o pai, vende-se a mãe, vendem-se os filhos. Na disputa acirrada pelo "minuto a minuto" do Ibope, qualidade não interessa, o que importa são números. Números que nem sempre compensam o "crime da mentira" cometido para atingi-los. Também na TV Mentira, a mentira tem pernas curtas.

063.
QUEM FAZ E QUEM PÕE DEFEITO

Seja na arte, na ciência, no esporte, na política, onde você procurar, vai encontrar dois tipos de gente: quem produz e quem critica. O primeiro grupo, todo mundo conhece: a ele pertence aqueles que vão à luta, criam, suam, se expõem, dão a cara a bater. Já no segundo, vai encontrar os que teorizam, os que cagam regras; gente que — porque quando foi fazer, se estropiou —, jamais de novo se aventurou.


064.
FILOSOFASHION

A bicha faz, a mulher veste, o homem tira. Engano achar que mulher se veste para o homem. Para o homem, quando muito ela se despe. Mulher se veste para si mesma, e principalmente... para as outras mulheres.

065.
CHOQUE DO FUTURO

O que diria o Corcunda de Notre Dame se soubesse que o seu carrilhão foi substituído por sinos digitais em sound system?

66.
FRACO NO BEM x FORTE NO MAL

As coisas no mundo estão como estão porque as pessoas ditas bem intencionadas ao invés de criarem facilidades para viabilizar, realizar, fazer — inventam empecilhos, objeções, dificuldades, para embaraçar, adiar, não se mexer. O Mal não tem preguiça, é objetivo, ágil, poderoso. O Bem é indolente, mole, dispersivo. Quem é do Bem, que trate de ser Forte no Bem, porque... quem é do Mal, não tenha dúvida, sabe ser Forte no Mal.

067.
TAGARELA

Tagarela é aquela pessoa que fala, fala, fala, fala, fala, fala... até encontrar alguma coisa para dizer.

068.
BLÁ-BLÁ-BLÁ

Tagarelice atordoa, irrita, satura, mas não convence; quem muito fala geralmente nada tem a dizer.

069.
REUNIÃO

Eu não acredito em reunião, mas, se for inevitável, que só tenha gente inteligente, que acabe logo, e seja expressamente proibida para exibicionistas e prolixos.

070.
TELEFONE

Aparelho inventado para se falar à distância e impedir que conversemos com o sujeito que está à nossa frente. A menos que, entre uma ligação e outra, a gente consiga, do celular, telefonar pra ele.

071.
MELHOR DA FESTA

Dizem que o melhor da festa é esperar por ela. Se isso é verdade, minha vida inteira tem sido o melhor da festa. De uma festa que não chega nunca.

072.
SABEDORIA

O tempo não faz sábios; o tempo faz velhos. (José Roberto Rocha)

073.
ÓBVIO

Nada mais invisível que o óbvio; digno de admiração aquele que consegue percebê-lo.

074.
POLÍTICOS 1

Houve uma época em que quase todos os políticos do Brasil eram corruptos. É hoje.

075.
POLÍTICOS 2

Antigamente quem demonstrava simpatia pelo PT corria o risco de passar por comunista. Hoje, o perigo é passar por imbecil.

076.
POLÍTICOS 3

Político quando não está sujando muro, está empoleirado em cima dele. 

077.
PROIBIÇÃO

É proibido entrar polícia no meu sonho.

078.
AUTO-ESTIMA

Trate bem a você mesmo, se quiser ser bem tratado pelo mundo. Ninguém melhor do que você pode ensinar aos outros, a maneira como deve ser tratado.

079.
FILOSOVIDA

Viver não é científico, é místico. À luz da Ciência, você não sabe de onde veio, não sabe por que veio, não sabe para que veio e não sabe para onde vai. Nem quando vai.

080.
VIDA 1

A vida? Ávida.

081.
VIDA 2

A vida é curta. Curta.

082.
VIDA 3

A vida real é essencialmente inverossímil. Verossímil é a Ficção... de medo dos críticos.

083.
S.O.S.

Socorro, alguém aperte a tecla SAPIENS.

084.
VERDE-MÚSICO

A diferença entre um vegetal e eu, é que o vegetal toma sol.

085.
EXORCISMO

Eu, por exemplo, demorei tanto para me libertar das amarras e dos preconceitos da chamada cultura greco-judaico-cristã, que não pretendo inventar outras camisas-de-força para embargar meus movimentos e inibir meus sonhos.

086.
PATERNIDADE

O erro é o pai ignorado de uma infinidade de descobertas e acertos. Já se deu conta de quantas novidades você tem possibilidade de descobrir ao, por exemplo, entrar na rua errada?

087.
SADE 1

Dizem alguns pedagogos que criança não aprende apanhando. Claro que aprende; ainda não inventaram melhor maneira de se ensinar sadomasoquismo.

088.
SADE 2

A carência afetiva do sadomasoquista é algo de dimensões gigantescas. O ato de se submeter é um pedido desesperado de amor.

089.
CALÚNIA LETAL
Não existe pior maldade para se fazer com um sujeito, do que espalhar por aí que ele dá azar. Pior do que denegri-lo em sua honra. Quem leva a pecha de caipora, pé-frio, “geladeira” está condenado à solidão. Ninguém dá emprego. Ninguém convida nem para tomar um café.


090.
EXTERMÍNIO 2

A melhor maneira de se matar uma paixão é a convivência. Não há paixão capaz de resistir ao dia-a-dia.

091.
OLFATO

Beleza e feiura cheiram diferentemente. Você tem cheiro de mulher bonita.

092.
RESTRIÇÃO

Mulher arisca não petisca.

093.
TIPOLATRIA

O importante é a impressão, como diria Gutemberg.

094.
REDEFINIÇÃO 1

Inércia: a arte de deixar tudo como está.

095.
REDEFINIÇÃO 2

O cúmulo da "mordida": pedir boca-livre ao dentista.

096.
“DE TANTO VER"...

É próprio das nulidades triunfar. Pelo menos, isto vem acontecendo desde o tempo de Ruy Barbosa.

097.
LEI DE GÉRSON 1

Todo mundo quer ir para o céu, mas, ninguém quer morrer.

098.
LEI DE GÉRSON 2

Leis que funcionam admiravelmente neste país: Lei do Mais Forte, Lei do Menor Esforço e Lei de Murphy.

099.
PECHINCHA

De todas as maneiras de um sujeito perder tempo, futebol ainda é a mais barata.

100.
DEPARTAMENTO DAS DIFICULDADES

É inacreditável como as pessoas conseguem extrair dificuldades do Nada, num ritmo de produção quase industrial.

 

Filosoflechas 02 ◦ Índice Geral

 

Caro Marcos, acabei de ler, lentamente e com prazer suas 100 filosoflechas. Gostei. Frases rápidas, às vezes monosilábicas e pequenos textos - ora usando o humor direto, ora a ironia, ora a filosofia só, cotidiana. É isso. Gostei, meu caro COLEGA. Abs. Jésus Rocha